top of page
Buscar
  • Alfa

O que deve saber antes de construir uma casa?

A construção de uma casa passa por variadíssimos detalhes, pelo que deixamos aqui um conjunto de questões que são um bom ponto de partida. Ainda assim, é sempre importante falar com profissionais, como arquitetos ou engenheiros civis, para que tudo esteja claro e pronto para este grande primeiro passo.





Construir uma casa é um passo importante e muitas vezes é a concretização de um desejo de toda a vida. Cada canto foi pensado e sonhado e cada cêntimo do investimento tem um destino concreto. Para que não haja arrependimentos futuros e que a casa dos sonhos seja mesmo uma realidade, é importante que haja informação concreta sobre os diferentes passos, para que cada pessoa saiba tudo o que é suposto, antes de construir uma casa.


A construção de uma casa passa por variadíssimos detalhes, pelo que deixamos aqui um conjunto de questões que são um bom ponto de partida. Ainda assim, é sempre importante falar com profissionais, como arquitetos ou engenheiros civis, para que tudo esteja claro e pronto para este grande primeiro passo.


1. Contratar um arquiteto


A maior parte das pessoas que se aventura na concretização de um sonho que é a construção de uma casa, não tem a experiência e o conhecimento necessários para poder comandar o projeto. É por isso mesmo que, em primeiro lugar, deve contratar um arquiteto com experiência, que ajude na gestão de todo o processo e nos passos seguintes para construir uma casa.


Um atelier de arquitetura pode ajudar em todo o processo, que vai desde as questões burocráticas até às de planeamento e conclusão da obra, poupando tempo, preocupações e muitas vezes até o próprio orçamento. É uma vantagem quando o arquiteto é envolvido antes da compra do terreno ou da casa, pois a sua visão pode ser essencial na escolha do melhor investimento para o seu cliente.


É ainda preciso ver que existem grandes diferenças entre um arquiteto e um engenheiro civil. O arquiteto está responsável pelo projeto da casa, considerando a estética e a funcionalidade, os materiais utilizados e todo o conceito. Por outro lado, o engenheiro civil está focado na componente estrutural do projeto. Estes profissionais trabalham juntos para dar uma resposta completa, mas será o arquiteto o profissional que estará melhor preparado para ajudar em todo o processo de construção de uma casa, do início ao fim.



2. Definir o orçamento


A definição de um orçamento para a construção de uma casa é um importante ponto de partida no processo de construir uma casa. Assim deve-se estabelecer, à partida, quanto se vai querer gastar, contando com uma margem de manobra para cobrir imprevistos.


Para começar a definir o valor aproximado para construir uma casa, é importante ter conhecimento do preço por metro quadrado dos terrenos que procura. Comparar terrenos à volta com base no seu valor por metro quadrado é importante, mas igualmente importante é estudar as condicionantes que o terreno poderá ter na construção, pois cada terreno poderá ter condicionantes muito diferentes, que inclusivamente poderão inviabilizar a construção.


Depois, deve ter-se em atenção que a escolha dos materiais e dos acabamentos impactam de forma significativa o orçamento, pelo que deve-se estudar o mercado e contar com a ajuda do arquiteto e equipa de projeto. O arquiteto conhece bem os tipos de materiais que funcionam melhor num projeto de construção e é muito importante na gestão de orçamentos.


3. Avaliar a necessidade de financiamento


É muito comum necessitar de financiamento para a construção de uma casa, pelo que se torna fundamental avaliar esta questão. Um dos erros mais comuns neste processo é não encontrar um bom equilíbrio entre o que se pede em financiamento e a capacidade de pagar mais tarde. Para que tal não aconteça, é necessário avaliar as despesas totais, não só de construção como depois de utilização e manutenção da casa, contando com o apoio também da equipa de arquitetura.


Para comparar bancos e os melhores créditos para projetos de construção, poderá utilizar comparadores como o Compara Já ou o Doutor Finanças. Nestas plataformas é possível aceder a simulações sem custos associados e sem compromisso.


4. Encontrar um terreno ou local


Definido o orçamento e o valor total de investimento num projeto de construção, é necessário procurar o local certo para construir a casa. A escolha de um terreno deve passar por um importante processo de decisão, e deve também incluir a equipa de arquitetura. Um arquiteto ajuda muito na escolha de um terreno, pois o arquiteto vê todo o potencial do terreno para a construção de uma casa.


Analisar a qualidade do terreno é essencial. Por exemplo, é sempre melhor e mais rápido comprar um terreno numa área autorizada para construção que esteja, por isso, ligada a serviços de saneamento e linhas elétricas. Mas também é preciso ter em atenção as características do próprio terreno, como o tipo de solo, os declives ou as dimensões, e ainda os fatores ambientais. Uma visão pouco informada e experiente pode ficar pela beleza e o aspeto do terreno, pelo que é importante contar com a ajuda de profissionais que saibam avaliar e ver além destas características.


Por fim, questões relacionadas com o licenciamento para construção e toda a parte burocrática relacionada com este passo também é resolvida de forma muito mais fácil, com a ajuda de profissionais.


5. Avançar com o planeamento e projeto


Definidas as partes mais técnicas e burocráticas, é tempo de dar asas à imaginação e começar a ver o sonho a tornar-se realidade. Ter tido um arquiteto que acompanhou todos os passos anteriores é uma enorme ajuda neste último passo, pois está mais envolvido naquilo que é esperado com a construção da casa. O projeto é então desenhado e é possível começar a ver concretizar-se o sonho de construção.


Comments


bottom of page